Em nome dos pais

Estava no gabinete da Procuradoria do Patrimônio da União, entrevistando o diretor. Fim da ditadura. Ele me avisou: “Está chegando um general para conversar comigo. Vou apresentar o homem a você, mas, por favor, não ria do nome dele, pelo amor de Deus! Ele se chama Buciclésio.”. Aprendi que rir do nome alheio é desrespeito. Segurei.
Mas semana passada, foi impossível. A meninada da EPTV, aqui em Ribeirão, descobriu uma pesquisa do escrevente de cartório Fernando Rodini Luiz, para uma universidade paulistana. Terrível.
O casal Leonice e Sidney de Jesus Alves dos Santos, de Ribeirão, registrou as filhas como Cheriman Danaway e Climene Tihuani. O filho se chama Mellren Liniker. E os três gostam. As meninas são modelos (está na moda) e o garoto quer ser jogador de futebol (também está), como o Liniker. A filha mais nova já tem um mês e eles querem botar Kryshman Louraine, mas o escrevente não aceita. E o neto, que está a caminho, vai se chamar Sidney Pikinistein, que ninguém, nem os pais muito menos o avô, sabe por que.
Depois, o escrevente Rodini exibiu parte da pesquisa. Veja os nomes que os pais andam pondo nos filhos. É tudo verdade: Comigo é Nove na Garrucha Trouxada, Raimundo Raio da Estrada de Ferro, Manoelina Terebentina Capitulina de Jesus do Amor, Amora Egas, Beldroegas, Simplório da Simplicidade Simples. Estão na lista os nomes com que Oswald de Andrade registrou Rudá e Rolando: Lança Perfume Rodo Metálico e Rolando Escadabaixo de Andrade.
Na rede mundial (www.jus.com.br/legal/nomes.html), há uma lista enorme de nomes coletados por advogados em todo o País. Olhe quanta maldade: Ava Gina (homenagem a Ava Gardner e Gina Lollobrígida), Benedito Camurça Aveludado, Chevrolet da Silva Ford, Dosolinda Piroca Tazinasso, Dolores Fuertes de Barriga, Estácio Ponta Fina Amolador, Francisoreia Dorotéia Dorida, Horinando Pedroso Ramos, João Cólica, Naída Navinda Navolta Pereira, Última Delícia do Casal Carvalho…
O escrevente tem outra briga pela frente. Um pai quer chamar a filha de Dinossaura.
Pregado no poste: “Mulher com pouca roupa ou roupa com pouca mulher?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *