Redondinha

“Está aí o recado Cultura: 38 minutos pela minha marcação. Correu Dito, levantou, vai subir agora Dagoberto, tentou, Gol! Goool! Não vem que não tem Leão! Tá lá! Redondinha, redondinha! É festa no Majestoso. Uuuuh! Eu acho que não vai dar, Palmeiras! Cobrança de Dito Flecha, Dagoberto subiu muito, lá em cima, testou com perfeição, colocando a bola no fundo da cidadela de Emerson Leão. Agora, transcorridos 39 minutos da segunda fase, a Ponte vai toda para o ataque.”

O gol é o maior espetáculo do futebol, Baiano!

— É. Taí. A Ponte, que tomou um gol no momento em que não merecia, acabou fazendo um, depois de bastante assédio lá na meta de Leão. A cobrança de escanteio por parte de Ditinho foi perfeita. Mas a entrada de cabeça de Dagoberto, que queria se vingar, foi sensacional.” Washington Luís de Andrade e o baiano Cunha Mendes, 1971

(Fausto Silva tinha um programa nas tardes chamado “Jovanguarda”.)

“14 e 17. B. J. Thomas, Rock’n roll Lullabye… bye… bye… Cultura em sua vida…” José Arnaldo Canisin (vozeirão), 1971

Fundo musical de “Pigmalião”, com Paulo Sérgio Valle, prefixo da novela das sete “Pigmalião 70”, da Globo. Som de algo mergulhando num copo. Daí… “Você vai tomar a batida do sucesso! No copo, a pílula do som! Campinas Hit Parade! Esquema Super – Plá 72! O som explosivo é de Edson Longo e José Carlos Kemparski. O comando é de Eduardo Bispo. A direção é de Cunha Mendes. Você fica agora com as 15 que fazem sucesso em todo o Brasil.” Cunha Mendes e Moacyr Castro, 1972

“Às 11 horas mais quatro minutos, olha aí a 13ª classificada de hoje. Cultura é líder de verdade! Cultura é a quente da cidade! Pelo ‘Campinas Hit Parade’, você ouviu em 13º lugar, compacto duplo da Polydor, com a Banda Sete Léguas, ‘Caminhada’.

A Cultura é o bom gosto musical. E não se esqueça, hoje às dez da noite, aqui na Cultura, tem cash box da pesada! Cultura, a nova dimensão do rádio! Na 72, um festival permanente de boa música. Você ouviu, em 11º, compacto simples da Continental, conjunto Abra Cadabra, ‘Domingo em Buenos Aires’. E às 15 horas, aqui na Cultura, tem o ‘Chá das Três’.

A Cultura deixa você muito mais à vontade.. Com Vanderléia, “Quando eu vi você dormindo”. Muita alegria, muita música jovem na Cultura, a sua rádio! E nesta superparada musical, compacto simples da Odeon, já sucesso: Paulo Diniz, ‘Quero voltar pra Bahia’.

Está bom demais não é? Então, sábado a gente ouve, neste mesmo horário, o acervo do Luís Montaigner.

Pregado no poste: “Em tempo real, só o rádio!”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *