Por aí…

Onde estamos? Pesquisa diz que 38% dos novaiorquinos não sabem onde fica Nova York. Antigamente, 100% dos campineiros não queríamos nem saber onde ficava o mundo. Éramos felizes.

De quem é a lei? Suzane Louise von Richthofen, aquela que tramou a morte dos pais, quer responder em liberdade ao processo de duplo homicídio qualificado e fraude processual. Se conseguir, quero saber quem é o autor da lei que permite essa atrocidade contra humanidade. Mais uma de político?

E o creme Rugol? O creme Pond’s, da Unilever, deixará de ser vendido no Brasil, depois de 74 anos no mercado. Esse é do tempo em que as meninas da Prainha, aí na Glicério, usavam o Angel Face, da Pond’s, naturalmente.

“Não, excelência”! O juiz estadual Antônio Marreiro ganhou ação no TJ/RJ que obriga o porteiro e os moradores do prédio em que reside, em São Gonçalo, a tratá-lo por “doutor”. Ainda bem. Já pensou chamá-lo de meretríssimo! Quer saber? Muito justo: até o seo Hélio é chamado de doutor, uai. Se bem que o Collor, o Nicolalau, o Mengele e o satânico No, também.

Coincidências: Lula foi à posse de novo presidente da Fiesp. No mesmo dia, o ex-vice da mesma Fiesp, Carlos Liboni, ia preso por sonegar os impostos devidos por sua empresa, a Smar Automação Industrial.

Jeitinho “made in Brazil”. Os funcionários da embaixada dos EUA no Brasil fornecem informações para que o Departamento de Estado divulgue um alerta aos turistas americanos sobre a violência em Brasília, São Paulo e Rio. Antes, o alerta era só para o Rio. Por isso, os funcionários do consulado carioca recebem um aumento no salário por trabalhar “em área de risco”.

Troninho. César Maia instalou nos banheiros da orla carioca uns assentos sanitários inteligentes. Você senta no troninho, faz a necessidade e um sensor aciona sozinho uma troca do revestimento do assento para o próximo, digamos, cliente. Dona Izalene, encha a Treze de Maio com esses troninhos para os seus camelôs… E que a rainha não sente nos troninhos…

Brasileiro não sabe ensinar? Ministério da Educação usará método cubano de alfabetização de adultos em três cidades do Piauí. Depois, não reclame se aparecer piauiense de balsa pedindo socorro no Litoral de São Paulo.

Chile torturou 35 mil na ditadura. A ditadura no Brasil torturou quantos? Matou quantos? E o Fidel Castro ainda quer matar quantos?

E o povo paga! A dupla infernal Rose Guglielminetti e Zezé de Lima denuncia que o relatório final da Ouvidoria da Câmara de Campinas, que investigou desvio de tíquetes por vereadores, apontou o descontrole da Casa sobre a vida funcional dos comissionados. Muitos assessores, além de não saber informar a função ou o cargo que exercem no Legislativo (!!!), também se confundiram quanto ao valor e à quantidade dos vales-refeição que deveriam receber. A polícia e o Ministério Público não agem? Ficará nisso!?

Isto é uma democracia? A pedido da distribuidora Videofilmes, a exibição nos cinemas de um dos trailers do documentário “Entreatos” foi suspensa. Antes de suspensa a exibição, o filme, de João Moreira Salles, no qual o presidente Lula, ainda na campanha de 2002, aparece criticando os militares, pôde ser visto até semana passada. O lançamento dos trailers do documentário coincide com o momento em que o governo tentava superar a crise surgida na área militar, que levou à saída do embaixador José Viegas do Ministério da Defesa, e que teve como gota d`água os desentendimentos com o comandante do Exército, general Francisco Albuquerque.

Pregado no poste: “Não me engana, que eu não acredito”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *