O trevo da ferradura?

Quem vem de fora e não tem amor pra dar nunca entenderá esta nossa cidade, ponto luminoso na Terra, cercada por um país cada vez mais medíocre (quem é bom vem pra cá, mas quem é ruim, também…). Você se lembra das bancas do Alemão e do Lazinho, ali no Largo do Rosário; do Walter, na Campos Salles, e do Targon, na Nova Campinas? Eles tinham orgulho de exibir os cartões postais de Campinas, com fotos primorosas do Aristides Pedro da Silva, o V-8. Sua benção, mestre!
Lindos. Alguns mais do que a realidade. Nossos jornaleiros expunham o Teatro Municipal, a Igreja do Rosário e o Hipódromo do Bonfim (tudo demolido). Mas felizmente ainda em pé, o Castelo, o Majestoso e o Brinco de Ouro, o Culto à Ciência, a Escola Normal e o Liceu da Sandy e do Júnior, o Instituto Agronômico, o Bosque dos Jequitibás, os monumentos às andorinhas e a Campos Salles. E… a Catedral e seu Alecrim de Campinas (Falar nisso, padre Ambiel, o cônego Caran já viajou? Plante outro! Como? Outro cônego? Nããão! Outro alecrim!).
Pois é. Semana passada, passei num posto de pedágio da dona AutoBAn e me deram uma revistinha. Na capa, uma foto (claro que não é do nosso V-8!) que mostra um trevo na Anhangüera e um título que é uma aberração: “O novo cartão postal da cidade”. Desde quando “aquilo” merece ser cartão postal?! Ainda mais de Campinas!
Comentei esse postal ridículo com o Renato Otranto e ele lascou o seguinte causo: “Passei lá com minha mulher, a caminho do aeroporto. Não puseram placas e ela viu que em alguns carros, também perdidos, mulheres discutiam com os maridos. É que, ‘distraídos’, eles estavam rumando para o Jardim Itatinga… Uma até esbravejava: ‘Força do hábito, é? Seu safado!!’”
O Renato dá duas sugestões: 1. Que se coloquem placas indicando o caminho do Itatinga e 2. Que também se coloquem mata-burros, para barrar a entrada de quem vem de fora só para se aproveitar desta terra.
Pregado no poste: “Mãos ao alto! Isto é um pedágio!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *