Eles e elas

Falei em Batatais terça-feira e, agora, uma padaria daquela cidade que odeia o Guarani está distribuindo uma série divertida de mensagens sobre o relacionamento mais antigo do mundo, o do homem com a mulher. Acho que tiraram da Internet. Vem com o título “Pão e Diversão”. Algumas, já vi em algum lugar. Vamos lá?

Homem esperto + mulher esperta = romance.

Homem esperto + mulher idiota = gravidez.

Homem idiota + mulher esperta = caso.

Homem idiota + mulher idiota = casamento,

Chefe esperto + empregado esperto = lucro.

Chefe esperto + empregado idiota = produtividade.

Chefe idiota + empregado esperto = promoção.

Chefe idiota + empregado idiota = trabalho dobrado.

Para ser feliz com um homem, você precisa entendê-lo muito e amá-lo pouco. Para ser feliz com uma mulher, você precisa amá-la muito e não tentar entendê-la.

Uma mulher sempre tem a última palavra em qualquer argumento. Nada que um homem diz depois pode ser considerado argumento.

Homens acordam com melhor aparência do que quando foram dormir. Mulheres pioram à noite.

Uma mulher se casa esperando que ele mude, mas ele não muda. Um homem se casa esperando que ela não mude, mas ela muda.

Homem de sucesso é o que ganha mais dinheiro do que sua mulher consegue gastar. Mulher de sucesso é a que encontra um marido desses.

Um homem é capaz de pagar R$ 10,00 por algo de que ele precisa e vale R$ 5,00. Uma mulher é capaz de pagar R$ 5,00 por algo que custa R$ 10,00 e ela não precisa.

Nenhum homem casado pode se esquecer de seus erros, pois há sempre duas pessoas para lembrá-lo.

Existem duas fases em que o homem não entende uma mulher: antes do casamento e depois.

A última: a mulher, muito sensual, sentou-se à mesa do restaurante, chamou o garçom e começou a passar as mãos nos cabelos dele. Afagou-lhe o rosto, as orelhas e passou os dedos por entre os lábios do coitado, que já estava todo vermelho, excitado. Aí, ela perguntou: “Você é o dono deste restaurante?” Ele respondeu que não — o dono havia saído. Então, ela arrematou: “Quando ele chegar, diga que não há papel higiênico no banheiro…”

Pregado no poste: “Visite o Rio, antes que a Petrobrás envenene tudo”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *