Cego, surdo e mudo

Ele só não é o pior porque o Jânio Quadros não deixa, embora tivessem muitos costumes comuns. Pegou a décima economia do mundo e conseguiu a façanha de deixá-la bem à frente do Haiti. Mandou brasileiros tomar conta daquele inferno e, se tudo correr bem, ainda este ano chegaremos atrás.

Viaja mais que seu antecessor, que bateu o recorde de JK; humilha a África entre os africanos; gasta milhões (de dólares!) do povo num avião – como se não houvesse linhas aéreas regulares neste país do “Pai da Aviação”. (Como menino mimado, aquele que quando come melado se lambuza, quis porque quis um só para ele.)

Seus amigos mais chegados, no Poder ou não, até um de seus filhinhos, são cassados ou acusados de roubo ou uso do cargo público e do parentesco em benefício próprio. Mas ele diz que não sabe, não viu nem ouviu.

Neste Carnaval, fugiu do povo que o sustenta, e o elegeu, protegido pelas forças armadas enquanto o povo é enganado, mas canta com a Renascer de Jacarepaguá: “Tá no poder, herói ou farsa / A esperança não venceu / Eu tenho medo desse mundo de trapaça! / Vá pro inferno aquele que já se vendeu!”

É assim, entre outras diatribes, que se refere aos deficientes e vítimas da deficiência de seus subordinados:

“Vejo aqui companheiros portadores de deficiência física. Como o Arnaldo Godoy, sentado, tentando me olhar, mas ele não pode porque é cego. Estou aqui à tua esquerda, viu, Arnaldo? Agora, você está olhando pra mim…”

“Há males que vêm para bem.”. Agradecimento ao presidente da Rússia, pelo apoio às investigações do acidente de Alcântara, que matou 19 técnicos.

“Estou com uma dor no pé, mas não posso nem mancar, porque estou num encontro com os companheiros (atletas!) portadores de deficiência.”

Enquanto isso, em Campinas, com perda profunda de audição desde o nascimento, as gêmeas Bárbara e Beatriz, de três anos, estavam com cirurgia pra correção do problema marcada para o último dia 15, quando foram surpreendias pelo cancelamento, devido à redução do repasse de verbas pelo Ministério da Saúde.

Queridas Bárbara e Beatriz, sabem onde está o dinheiro para curar vocês? Sabem o que é “mensalão”, salário de político, avião presidencial, nepotismo, propina?

Pregado no poste: “Lulla, vá embora!!!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *