Uma pérola entre os porcos

Só falta mensagem querendo me vender armário embutido. Antigamente, eram os folhetos de mala direta que entupiam a correspondência. Agora, a praga infesta a Internet. Só na manhã de segunda-feira, foram 71 ofertas.

A primeira quer me vender um apartamento de 43 m2 na Vila Mariana: nem João de Barro cabe. Novo remédio contra a gripe, para o inverno que se aproxima: respire e faça pilates (se não respirar, só pilates resolve?). Uma revista promete de brinde uma calculadora que faz até cálculos renais. Um político avisa que as autoescolas tem de dar aulas à noite. Romeu e Julieta arrumaram um lugar ‘daqui ó’ para fazer rolinho: é no ChinBrasil. Vocês conhecem a Laura Dourado? Ela me pede um orçamento, não diz para que e quer que eu responda até amanhã. Não sei se a máfia entrou no Curíntia, mas já existe uma agência de propaganda chamada “Poderoso Timão”. Logo, veremos a “Poderoso Timinho”, para anunciar brinquedos destinados à máfia infantil (o Brasil tem de tudo).

Um hotel garante que mergulhando no idioma em três finais de semana, você sai falando inglês. Quem mergulha na Costa do Sauípe sai falando baiano? A proposta da Leila Labrusse parece ter duplo sentido: “Somos um atacado de produtos electrônicos, Estamos ansiosos para seu negócio.” (O português é pior do que o inglês daquele hotel.) Livro de fotos da Prefeitura de Campinas: não entendi nada. A “Houze” (sic) vende armários com elegância (estou começando a respeitar aquele curso de inglês).

Dá até para desconfiar. Leiloeiro de eletrônicos avisa: “Comprove, não tem enganação! Aqui não há usuários fantasmas, apenas leilões entre os usuários do site! Tudo realizado legalmente!” Até isso já tem “taradas de sucesso”: a Arte Profana sugere os vídeos da semana com erotismo para homens e mulheres. Precisa ter muita coragem: juram que se você pagar R$ 179,00 uma vez, suas crianças aprenderão inglês para sempre. Convidam-me para uma oficina gratuita hoje e amanhã, em Ubatuba, sobre banheiro seco. Será que é só para quem come farinha e farofa? No lugar do papel higiênico usam espanador?

O último convite vem dos curintianos: ao som do suíno do Palmeiras e com direito a “porca bandeira”, este ano eles celebram cem anos do clube. Enquanto a tal máfia celebra cem anos de perdão…

Finalmente, uma mensagem importante. Uma, em 77! É para pequenos criadores: o desafio de criar porcos com sanidade, em artigo da pesquisadora Josete Bersano, do Instituto Biológico. Ela dá todas as orientações para cuidar bem do plantel. É bonito só de ler; só de ler, dá vontade de criar. Mergulhem: triagemanimal@biologico.sp.gov.br / 11-5087-1777.

Pregado no poste: “No Irã, Lulla deu a bandeira do Brasil a um racista”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *