Todas as mulheres de Campinas

Cuidado com o que se fala para as mulheres.

A Maria da Graça do Cheda recebeu da Marlene Hilkner Silva uma historinha muito boa. O marido (de quem, Maria?) pediu a Deus que trocasse sua vida com a da esposa. Dito e feito.

Naquele dia, ele preparou o café da manhã para a família; acordou as crianças; preparou os uniformes; deu-lhes de comer; arrumou as lancheiras; levou a meninada à escola; passou pela lavanderia, banco e supermercado; voltou para casa, desembalou e arrumou as compras; recebeu o correio e pagou as contas; limpou o canto do gato e lavou o cachorro; comeu sozinha em dez minutos; arrumou os quartos; lavou a roupa; passou o aspirador, limpou o pó, e lavou o chão; buscou os filhos e aturou os gritos deles no carro; deu-lhes qualquer coisa para beber e comer; orientou-os na lição de casa; passou roupa enquanto via um pouco de televisão; descascou as batatas e lavou os legumes para a salada; preparou a carne, e uma torta de maçãs para a sobremesa; serviu o jantar, limpou a mesa e a cozinha; encheu o lava-louças; apanhou a roupa suja de uns e outros que estava espalhada, para lavar; deu banho nos filhos e meteu-os na cama. E… às dez da noite, estava muito cansada. Foi para a cama, onde a esperava o marido… para fazer amor. O que ela fez, sem se queixar.

Na manhã seguinte, ela (ele) levantou-se, meteu-se de joelhos próximo da cama, e rezou: “Meu Deus, não sei como pensei tão mal… Eu estava enganado por ter inveja da minha mulher, que fica em casa… Por favor, fazei com que possamos retomar os nossos corpos originais!”

E Deus, na Sua infinita bondade, respondeu:

— Meu filho, creio que aprendeste a lição, e ficarei muito feliz em  restabelecer as coisas, tal e qual estavam antes, mas é preciso esperar nove meses… Tu ficaste grávido ontem a noite…

Foi aí que aquela santa que mora aqui em casa comentou esta notícia de jornal:

“A direção da Globo já colocou à disposição de Benedito Ruy Barbosa a opção de dividir o trabalho com quem ele escolher, mas ele resiste: prefere escrever sozinho. Por causa do atraso, a emissora já estuda adiantar a estréia de ‘Todas as Mulheres do Mundo’, de Manoel Carlos, próxima novela das oito, programada para janeiro.”

Estrilei: “Esse título é uma profanação. ‘Todas as mulheres do mundo’ só a Leila Diniz…” Quando ela morreu, o Pasquim chorou na primeira página a manchete inesquecível: ‘E Deus levou todas as mulheres do mundo’. Mas a santa emendou:

— E deixou na Terra um monte de bobões!

Pregado no poste: “O Lula conhece Campinas?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *