Quero ver

A pugilista Silvana Lima massacrou seu oponente Douglas Teixeira na primeira luta de boxe entre mulher e homem realizada no Brasil – pelo menos em público, porque dentro de certas casas o pau de macarrão come solto, fazendo muito marido pilantra (alguns nem tanto) dizer que “caiu no banheiro”, para disfarçar hematomas, ou sonhar com a criação da Delegacia de Defesa do Homem, “só para elas verem o que é bom”.

Feministas comemoram até agora a façanha da Silvana, que mandou o Douglas três vezes à lona durante a luta. Na torcida, os homens vaiaram o Douglas. Saíram preocupados, mas têm um consolo: usar luvas de boxe para bater em homem é fácil. Quero ver na hora de voltar pra casa e cumprir as outras obrigações, usando as mesmas luvas.

Como elas vão lavar e passar roupa com luvas de boxe? Cozinhar, fritar bife, desossar frango, pregar botão, cerzir as meias do marido… Na hora de lavar a louça, uma vantagem: com luvas de boxe, as mãos ficarão protegidas do detergente. Mas no tanque, como abrir a torneira?

Quero ver escolher arroz e feijão com luvas de boxe! E tirar o piolho das crianças, catar pulga do cachorro, regar o jardim ou engraxar os sapatos do marido? Já pensou? Fazer maquiagem, pentear-se, espremer cravos e espinhas, tirar cisco dos olhos, usar papel higiênico, se coçar, depilar as sobrancelhas, fazer as unhas… Imagine sua mulher, fã dessa pugilista, de luvas, lustrando a coroa de “rainha do lar”. Como ela vai acionar o controle remoto para ver a Ana Maria Braga na Globo? Ia ser gozado esse martírio.

Para tirar pó dos móveis e limpar o carpete, siga o conselho do Movimento Machista Mineiro: “Troque o carro da sua mulher por um aspirador de pó zerinho.”. Se bem que com luvas de boxe, é mais fácil usar o espanador.

Vou parar por aqui, porque minha mulher, aquela santa que  mora aqui em casa, chegou com as compras, e eu nem arrumei a cozinha do almoço. Ainda tenho uma montanha de roupas pra passar.

Pregado no poste: “Mulher de malandro está sempre na rua”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *