Primeiro sintoma

Não existia stress. O computador trouxe essa palavra. São causa e conseqüência. Antes dessa joça, meia dúzia de informações bastava para se viver bem e feliz. Para o homem do campo, então, era só saber se choveu, geou, se um animal adoeceu ou a vaca deu cria. Com cinco ou seis notícias, o ‘Repórter Esso’ punha a gente a par do dia no País e no mundo. As seções mais lidas dos jornais eram as de falecimentos, filmes, polícia (se houvesse um crime daqueles) e futebol. E chega! O resto é vida que segue. “Ontem” era a palavra mais recorrente na imprensa escrita. Agora, vi por aí que a própria informática já produz meios de amenizar os efeitos dos males que ela provoca. Veja o requinte:

“Primeiro passo: descobrir se você está estressado. O StressLevel ajuda. Ele mede sua atividade e analisa sua condição mental. Experimente e descubra em que nível você está. Depois de constatar que você está estressado, por meio de gráficos, o Wearable Stress Eraser mostra quantas respiradas você dá por minuto e quantas você deve dar para se acalmar.

Se o computador falhar, tenha um Computer Hammer em sua gaveta. Dar umas pancadas no PC aliviará sua tensão e garantirá boas risadas no escritório.

A impressora nunca funciona quando você mais precisa dela. Já há uma miniatura para descontar sua raiva nela. Pode esmagar, pisar, até estrangular. É melhor fazer isso na versão de mentira do que dar prejuízo para a empresa.

Ver fotos de paisagens relaxa. O ‘One Minute Vacation’ leva você a lugares paradisíacos ou a belos pontos turísticos sem sair do escritório, usando uma pequena câmera fotográfica de plástico e alguns cartões com imagens variadas.

O Message Mouse também promete uma bela massagem em seus músculos ao enviar pequenos choques elétricos, simulando uma verdadeira massagem chinesa. Os dois ‘pads’ (não confunda com ‘padres’) também podem ser colocados em outras partes do corpo, como ombros e costas.

Se seu problema pode ser resolvido só com uma pausa no trabalho, o USB Stress Button é a solução. Quando seu chefe vier em direção à sua mesa — sinal de que cobrará ou pedirá mais alguma coisa –, pressione o botão e, como mágica, vários aplicativos (como uma planilha do Excel cheia de números) se abrem, mostrando a ele que você está ‘muito, muito ocupado’.

Pisar na grama é muito relaxante. Mas em muitos lugares, é proibido. Isso não será problema, se conseguir seu próprio chinelo com grama! A fabricante de rosquinhas Krispy Kreme, que desenvolveu o chinelo como campanha promocional no último verão europeu, garante que a grama vive até quatro meses, se regada e cuidada adequadamente.”

Pregado no poste: “Sintoma de stress é ter computador de cabeça”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *