Por trás

Aparências enganam. Sempre há algum interesse, escuso, movendo certos acontecimentos. Houve tempo em que o Brasil não conseguia exportar calçados para os EUA. Bastou o governo derrubar a lei que limitava a quantidade de fitas de vídeo americanas nas locadoras e a exportação voltou. Lembra-se de quando donas de casa boicotaram a carne de boi, porque ela estava muito cara? Faz tempo, e muito tempo depois, um pecuarista (malandro que só ele) me confessou que a campanha fôra comandada pelas esposas dos próprios criadores. Queriam limitar o consumo interno para exportar mais.

Tem mais. De repente, começou uma onda de boato contra o então solitário shopping Iguatemi, em São Paulo. Diziam que ia desabar; que havia ataque de assaltantes no estacionamento do dito cujo; que o risco de incêndio ali eram enorme; que o filho da vizinha da cunhada de uma prima tinha sido assassinado na garagem… Sempre muito tempo depois, numa conversa fiada, um comerciante da Rua Augusta confessou (“mas não espalha”) para uma repórter que os autores da boataria eram comerciantes da Rua Augusta, prejudicados com a abertura do shopping.

Muitas greves de motoristas de ônibus foram desencadeadas pelos próprios patrões, para forçar a Prefeitura a aumentar o preço da passagem. Às vezes, aparecem na imprensa notícias de que vinho tinto faz bem ao coração. Deve fazer, mas a notícia sempre antecede ao lançamento de uma nova safra ou para desencalhar garrafas estocadas da safra passada. Uma extinta companhia leiteira espalhou, certa vez, que o leite tipo A, cru, sem pasteurização, provoca impotência. Tudo para acabar com a concorrência dos leiteiros que vendiam de porta em porta. Lembra deles?

Pouco antes da “revolução” de 64, a tal da “Marcha da Família com Deus pela Liberdade” precisava de público. As empresas exibidoras, donas de cinemas de São Paulo, arranjaram uma greve de gerentes, porteiros, lanterninhas e bilheteiros justamente no dia da “Marcha”. Quem foi ver um filme deu com o nariz na porta e, sem nada pra fazer, engrossou a manifestação. Um sucesso.

Não se espante se algo acontecer para dificultar a divulgação e o andamento da CPI do narcotráfico. Bandidos pagam cúmplices em toda parte.

Pregado no poste: “Previsão do tempo é propaganda enganosa?”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *