Patrulheiros de dona Izalene

Acho que é na Tailândia. Existe um lugar que manda para a cadeia quem masca chiclete. O crime não é mascar, mas onde enfiam a goma depois. Você já pisou em uma, bem fresquinha, jogada na calçada? E quando você se senta nela? Fica mais ridículo do que sujar as calças ou o vestido na cadeira da lanchonete e sair por aí explicando a cada um que passa com aquele risinho maroto: “Não!!! É mostarda…” Sem falar no pirralho que gruda o chiclete no cabelo das meninas.

Há uns vinte anos, quando o metrô de São Paulo era deste tamainho, arrancavam do piso de borracha das estações e dos vagões 250 quilos de chiclete por semana. Agora, a Irlanda resolveu atacar e cobrar 30 centavos de euro de imposto sobre cada goma vendida. O dinheiro será usado na limpeza das cidades, que estão ficando “grudentas” de chiclete mascado.

Dona Izalene, quer faturar uma nota e mandar para o nosso amigo Zé Graziano, do Fome Zero? Multe os donos de cachorro que usam a rua como banheiro: dez centavos cada cocozinho. Nossa! Os famintos vão ficar pançudos – e não é de lombriga de vontade de comer, não! (Prefeita, fale para seu pessoal não mandar o cocozinho dos cachorros pro Zé, mas o dinheiro. É bom avisar, porque prefeitura que não toca Carlos Gomes na Semana de Carlos Gomes é capaz de tudo.). Cobre também um real de cada papanata que for pego fazendo xixi escondido (Se não for escondido, dez reais.).

A senhora já pensou se cada CD pirata vendido pelos camelôs rendesse um real de multa para a sua gestão? (Esclareça aquela sua amiga a diferença entre gestão e gestação, se não ela me escreve aqui, dizendo que lhe estou faltando com o respeito.). Só com aquela blitz da semana passada, seriam R$ 120 mil! (E o pessoal ainda reclamou. O que eles querem? O direito de ser bandidos?).

E se a senhora soltar pelas ruas uma ‘patrulha da higiene’, cobrando um centavo de quem joga ponta de cigarro, pipoca, palito de sorvete, copinho de iogurte, camisinhas, papel higiênico e modess (usados ou não)… Vixe!

A senhora nem precisaria mais cobrar IPTU para pagar o salário dos vereadores. A Câmara poderá ser de 50, que vai ter para todos eles. Falar nisso, aproveite e cobre pesado pelos cartazes com nomes de candidatos que sujam a cidade. Aquilo também é lixo. A Justiça Eleitoral vai adorar. Sobrará até para garantir os vencimentos (com o aumento que todos querem e muitos merecem) e a previdência integral dos servidores públicos, que passarão a viver das porquices que maus campineiros fazem na cidade.

Pregado no poste: “Senhor patrulheiro da Izalene, deixe este cartaz aí!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *