Narizinho está no céu

Uma dor forte na alma também se sente assim: “Cely  morreu… O mundo está sem o sorriso lindo e o narizinho arrebitado de Cely! Você se lembra? Ela é a menina convidada para ser a ‘Garota Kolynos’, o comercial que Regina Duarte acabou fazendo em seu lugar (Ah… Kolynos… Que refrescante sensação de bem-estar!). Tudo porque o namorado dela proibiu que ela fizesse (tinha estas coisas, lembra-se?) Terminaria o namoro! E ela, apaixonada, não fez. Foi ser psicóloga… Casou-se com aquele namorado e teve dois filhos lindos como ela. Pois é, este lindo sorriso perdurou por toda a sua vida e apagou-se dia 20 de junho. Quem a conheceu (estudou no ‘Culto à Ciência’, fez o Clássico) vai se lembrar do nariz arrebitado, do sorriso sempre pronto da mocinha linda. Estamos tristes. Um abraço, Raquel.”.

Havia um intervalo nas aulas da 4ª Série de 1964, em que os alunos só saíam da classe depois que a menina linda, cabelos pretos, pela morena pelo sol do Tênis e dentinhos separados, passava para deixar o livro da aula seguinte com o irmão Edgard Salvador Figueiredo. Entrava e saía sorrindo, olhar inesquecível para o ar, como se ainda procurasse o sol que ficara fora da sala, à sua espera. Aquele namorado já entrara em sua vida: a Regina gravou o comercial do Kolynos, foi vista pelo Valter Avancini e partiu para a primeira novela de sua vida, na extinta TV Excelsior, ‘A Deusa Vencida’, já em 1965.

A Raquel Bosonaro Figueiredo, cunhada da Cely, que assina aquela triste mensagem, me pede para avisar a todos, colegas e professores, que tiveram a ventura de conviver, formar e se formar com a Cely naquele templo. Com a ajuda da Maria Luiza Franco Cação Santinon, nos lembramos, pelo menos da maioria, entre eles e elas, os que a Cely foi rever dia desses.  Se faltar alguém, desculpe:

Rosa Maria Benites, Fernando Perazzo (Tolosa), Arthur Paes Leme Canguçu, Carlos Soares, Carlos Eduardo Pires Neto (Pirão), Faustão, Jocelina Asta Pagano, Beatriz Biasi Purchio, Ana Maria França Carneiro, Sueli Amstalden, Mauro Constantino, Luci Ferreira, Elisabeth Malafaia, Isabel de Castro, Plácido Adani Jr., Yvanice Paolieri Torniziello Rodrigues, Maria Bernadete Signorelli, Maria Cristina Ortiz dos Santos…

Pregado no poste: “Mais um anjo partiu”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *