Muito prazer

Tirando o servente do pedreiro que reformou a Pousada Marambaia, do Carlito Milanês, no Arraial d’Ajuda, não conheço muitos brasileiros com nomes estranhos. Ele quis chamar a criança de Xoxota e perguntou ao patrão se é com ‘X’ ou ‘Ch’. O futuro daquela inocente foi salvo pelo Carlito na hora ‘H’, que chegou a tempo de explicar o significado. Carlito ainda se lembrou de um campineiro maluco que desejava homenagear Ava Gardner e Gina Lollobrigida juntando o primeiro nome das duas atrizes na filha. A própria “Espanholinha” Adriana Villar, que edita estas nossas conversas e me tira de enrascadas em cima da hora, me corrigiu quando escrevi que um analfabeto feito o Tiririca escreveu general com ‘j’ e vagina com dois esses. A Adriana acertou lá: “vacina”. Mas eu não falava de vacina.

Exatamente por causa de um general nasceu esta história. Demorou, mas paguei para ver, graças a ‘São Google’. Na pré-adolescência, chegava à minha casa semanalmente um boletim caprichado de nome “Notícias de Portugal”, destinado a enaltecer as façanhas do ditador Salazar, como inauguração de calçada, reforma de chafariz alentejano, instalação de lousa nova em sala de aula… Numa notícia, o tal boletim citava o “ilustre comandante da Academia Militar, General Humberto Buc… Martins.”. Como me esquecer desse comandante das tropas d’Angola? Fui ressuscitá-lo instigado pelo “Correio da Manhã”, de Lisboa, que fez boa reportagem sobre nomes estranhos da Santa Terrinha. Ela começa com uma “gaija” chamada Beatriz, que ficou virgem só depois que se casou… Porque Virgem é o sobrenome do marido, pois, pois.

O que chamam de apelido lá, é sobrenome cá. Vejam: Penetra Murcho, Coito Bom, Pila do Gato, Ressurreição Chupa, Isabel Azeitona Meio-Tostão, João Manuel Caneca Penetra, Ursília Mosca Disca, António Beleza Mau, Manuel Baixinho Graxinha, Jacinto Pai Avô. No Nordeste Trasmontano, um João Ratão casou-se com uma Ana Carochinha. Na região do Marfil, Vitória Liberdade Sopa vivia com medo do ditador, que odiava a liberdade, ainda mais sua vitória. O general lusitano já morreu, mas deixou um colega de patente brasileiro, quase homônimo. Ele me foi apresentado por um amigo que rezou para eu não rir: “Prazer, Buciclésio.”.

Pregado no poste: “Rasteirinha, salto agulha e bico fino fazem mal às mulheres. E sapatão?”

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *