Mas ela quer investir em camelô…

O Fernando Kassab, aquele que sabe o “caminho da roça”, da boa cozinha e da boa mesa, também, conta que uma grande mudança vai acontecer no Centro da cidade. Se ele não estiver sonhando – desculpe, Fernando, mas como está nossa cidade, tudo o que é bom parece sonho –, o que mais chama a atenção na história é… Vamos deixar o moço falar, porque ele sabe das coisas:
“Campinas vive um momento incomum na área da hotelaria. Na verdade, o setor vem se modificando desde 2000, mas 2002 pode ser considerado o ano da grande transformação de um circuito que, há anos, estava muito aquém da demanda, sem opções e, principalmente, sem investimentos nos endereços já existentes. Para este segundo semestre estão previstas as inaugurações de mais dois endereços de categoria: o The Royal Palm Towers, entre a região do Centro e o Cambuí; e o Vitória, entre o Cambuí e a Nova Campinas.
O primeiro é do grupo Arcel, do empresário Armindo Dias – que investe no setor desde a compra do The Royal Palm Plaza, em 1999. O endereço, situado bem em frente do Jardim Carlos Gomes, na Rua Boaventura do Amaral, será inaugurado em agosto, vai ter fotos de Campinas, assinadas por Vane Barini, nos apartamentos, e pode desenvolver um projeto inédito na cidade. O grupo estuda possibilidade de parceria com a Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas — que se apresentaria ao ar livre, no próprio Jardim Carlos Gomes. Em troca, o Grupo Arcel faria a manutenção do espaço – canteiros, árvores, playground, monumentos e passeios.”
Se der certo!
“Há tempos, a praça é alvo do vandalismo dos pichadores – que conseguiram, inclusive, a ‘proeza’ de deixar a marca da barbárie nas seculares palmeiras imperiais que circundam a área.”
Mais emprego de bom nível, mais pessoas de bem e de bens atraídas por esta terra, em condições de investir qualidade em nossa gente e em nossa economia. Tomara que dê tudo certo seo Armindo. Não sei se o senhor percebeu, mas o senhor está ensinando esse “pudê” a revitalizar o Centro. Se bem que a revitalização deveria começar pelo Palácio dos Jequitibás. Mas essa os campineiros saberão fazer?
Pregado no poste: “Pegue uma e leve dez!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *