Loucuras do novo milênio?

“Meu Deus, este mundo está perdido! A mulher sai na rua com as cuecas do marido!” Esse velho samba-canção vai fazer sucesso de novo.
O Lula já prometeu que o Pinochet será seu convidado de honra para a posse, se houver posse… digo, se ele ganhar a eleição. A Luiz Erundina está disposta a rever a proposta da Playboy (para uma entrevista, o maledicente…) e a Dercy Gonçlaves vai disputar o concurso ‘Garota do Fantástico’, em setembro, “para celebrar a entrada da primavera”. George Bushinho virá ao show de calouros do Raul Gil – cantará “Deus salve a América”. Cercado de batedores da Rota, Maluf atravessará a Lagoa do Taquaral a pé; manchete do Correio no dia seguinte: “Maluf não sabe nadar!”.
O ilustre campineiro Geraldo Falchi Trinca Filho, que em breve atenderá por nova razão social, insiste em ser relações públicas do Guarani e garante que contribuirá para a compra do jogo de sete camisas do Bugre, para a Conceição vestir uma em cada dia da semana. Dicá ganhará um busto ao lado do do Joca na entrada do Brinco de Ouro, com discurso emocionado do jornalista Zaiman de Brito, que segundo o radialista Walter Paradella, é “o mais jovem bugrino da praça”. (Vixe! Eles vão me matar!)
Meu Deus! Sonhei que o cônego Caran convidou o Papa para plantarem um Alecrim no Largo da Catedral. No sonho (ou seria um pesadelo?), o ‘bispo’ Edir Macedo e seus pastores (nada a ver com ‘Ataulfo Alves e suas pastoras’ nem com ‘As pastorinhas’, do Braguinha) desfilam pelo largo da Matriz paramentados como congregados marianos. Ficou lindo.
Você estranha esse mundo de pernas para o ar? Assusta a vitória da nossa “cameloa” Maria José Salles para representar a economia formal e informal no tal do Orçamento Participativo? Foi no voto, não foi? Pior é aquela “tchurma” de sumidades da inteligência que escolhe como prioridade para a Educação a introdução de capoeira nas escolas. Dona Izalene, a senhora já levou um golpe de capoeira no pé d’orelha? Essa opção pela luta (ou arte da violência) é influência do doutor Roberto. Aula de capoeira é tema da polêmica na escolinha ‘Múltipla Escolha’ da novela ‘Malhação’. A dona “Plimp-plim”, quem diria, fazendo a cabeça da sua gestão, prefeita!
Uma sugestão para essa ‘subgestão’: a senhora pede ao doutor Roberto para ser diretora do “Múltipla Escolha” e deixa a Prefeitura. Vamos ver quem sai ganhando, a Globo ou nós, pobres campineiros.
Pregado no poste: “Grama, seo Toninho, não dá para fazer nada?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *