Índios na Índia?!

Viu muitos índios na Índia, dona Izalene? Ela não tinha nada que se meter, queridíssima prefeita, mas aquela ilustre dama que diz ser sua amiga escreveu de novo, por causa da crônica sobre o prêmio conquistado na Itália pelo nosso ex-secretário da Cultura, o mestre José Alexandre dos Santos Ribeiro. Sua amiga me escreveu e já entrou de sola em cima de mim: “Nossa prefeita não foi para a Itália, porque aquilo é terra de gente rica; ele foi para a Índia, defender os interesses dos índios!” (Não repare, mas ela escreveu “gente” com “j” e rica com dois erres. Assim, ó: “rrica”…).

Que ninguém nos ouça, caríssima alcaida (quanto custou a viagem para a Índia?), antigamente, secretário da Cultura de Campinas era de tudo um muito: professor de colégio e de universidades, de escolas públicas e particulares, lingüista, critico musical – de obras populares de verdade e eruditas –, especialista em literatura brasileira, portuguesa e universal, especialista até em instrumentos musicais e orientador de teses de músicos daqui e do exterior. Quando Jean Paul Sartre (Conhece? Deixe pra lá…) esteve no Brasil, a senhora precisava ver a Simonne, ele e o Alexandre conversando – um luxo para Campinas. (Simonne não é a cantora, não, prefeita! Avise sua amiga, por favor.).

Aliás, Campinas tem muitas pessoas ilustres e sérias como o Alexandre, mas a ignorância é cega e algumas autoridades não os conhecem ou, claro, preferem ignorá-los. O conhecimento, a dedicação ao trabalho e o bom senso espantam os medíocres.

Depois, sua amiga (duvido que seja sua amiga) escreveu que o Guarani nunca jogou em Milão e que o Bush (Deus me livre!), não desapropriou cinema em Campinas para fazer teatro. Ela disse que a Casa Branca existe há mais de cem anos e jamais Carlos Gomes esteve lá. Amada prefeita, nem o crioulo doido faria tanta confusão. Ela confundiu Casablanca, nome do cinema, com a Casa Branca, sede do governo americano. Não, senhora amiga da nossa venerada prefeita, Ingrid Bergamn e Humphrey Bogart jamais filmaram na Vila Industrial: aí, ‘Casablanca’ é o nome de um clássico do cinema, filmado com ambientação no Marrocos.

Cara amiga da adorada prefeita, por favor, leia “Marrocos” de trás para a frente. Isso mesmo: fica “Socorram”. Então, pelo amor de Deus, socorram Campinas e os campineiros!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *