Há dois mil anos

Esta crônica inspira-se numa mensagem da Maria do Chedda (ela nem sabe, coitada). A Maria me sugeriu um sítio que conta tudo o que aconteceu no ano em que o internauta nasceu. Como dizem que sou saudosista, nem entrei na página. Eu me lembro de tudo, até de como as notícias saíram em cada jornal. Vamos lá?

Fim do blecaute. E alguém grita: “Fiat Lux”. Jornal da Tarde

Respeitável companheiro decreta folga semanal: “Seis dias de trabalho. Amanhã vou descansar.” Voz Operária

Lotação esgotada. Velho navegador pergunta: “Falta mais algum casal de bichos? Então, vamos zarpar!” Acompanhe a chegada da arca à Ilha de Caras.

Leia amanhã como foi o dilúvio hoje. A República, de Lisboa

Violência doméstica. Quando a mãe disse “Não bata no seu irmãozinho”, já era tarde. O pequeno Abel estava morto. Notícias Populares

Menino reage e mata gigante com estilingada. Golias morreu como um passarinho – ou com pedra no rim, sei lá. O Dia

Moda masculina – e o primeiro homem já estrilou: “Não existe uma folha de hera tamanho GG?”, Valor Econômico

Jesus pede que não podem as oliveiras do jardim. Seção ‘A Cidade Reclama’: Correio Popular

Carestia. Eva estrila na feira: “Mas essa maçã está muito cara!” Seção ‘Direitos do Consumidor’: O Globo

Trânsito agitado. Patriarca abre os braços e um mar chamado Vermelho se abre para a primeira travessia de pedestres durante uma enchente. Diário de São Paulo

Numa festa de casamento, transformaram água em vinho e não foi no Paraguai. Diário do Povo.

Emboscada: homens armados saem de um imenso cavalo de madeira e derrotam os inimigos. É o primeiro presente de grego. Correio Popular

Rei ameaça cortar bebê ao meio, mas recua diante do apelo da mãe Correio Popular

Vandalismo — Em Jericó, comandante do exército toca trombeta até derrubar o muro da cidade. Agora São Paulo.

Exclusivo: Brutus conta porque até ele esfaqueou Júlio César. Veja

Múmia solta o bafo de três mil anos e mata arqueólogo na hora. Diário do Povo

Navegador Marco Pólo volta da China e abre pastifício em Nápoli. Gazeta do Cambuí

Arrependida, Madalena canta pelas ruas: “Não quero mais amar…” Caderno C

Noé bebeu até cair – nu. Notícias Populares, Edição especial de carnaval

Modelo ri na cara de Leonardo da Vinci e ele abandona o pincel. Folha Ilustrada

Hamurabi desmente: “Eu quis dizer alho por alho, dente por dente —  e era só para não empelotar o arroz!” Seção “Erramos”, na Folha de São Paulo

Abolidas as aulas de Educação Sexual em Sodoma: deu no que deu. Revista Caras

Nasce a democracia em Atenas. No futuro, até Bush e Fidel dirão que são deemocratas. O Globo

São Pedro avisa que “encíclica” não será bicicleta de uma roda só. Revista Guia dos Curiosos

Confúcio pede que jamais o chamem de Pafúncio, e Buda ameaça quem mudar seu nome. Mais: diz que sua mulher não se chama Burda nem Nárdega. Jornal Asahi Shimbum.

Maomé profetiza: “Paz, só quando a 25 de Março se mudar para o Orienté Médio”. New York Times

Jesus Cristo pede que não o chamam de “J.C.”, para nunca ser confundido com Juscelino Cubitschek, João Coulart, Jânio Cuadros, muito menos José Çarney. Revista “A Família Cristã”

Numa certa cidade, nascem um alecrim e um jequitibá. O primeiro será assassinado de madrugada, na porta da matriz; o outro, abandonado na frente da Câmara e da Prefeitura. Serão os políticos. Coluna Bate-papo, no Correio Popular.

Pregado no poste: “Cachorros elegem vereador e vingam lanchonete Cachorrão”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *