Falha, mas não farda

Dia desses, brioso policial militar escreveu no ‘Correio Popular’ que não existem “sujeitos fantasiados de policiais florestais” e que eles não insinuaram levar propinas dos amigos do Vicentão Torquato numa pescaria. Meu caro policial, com tantos marginais e malandros por aí, creio que nunca antes na história deste país houve tantos bandidos fantasiados com a farda das mais diversas corporações e ocasiões, na ativa ou reformados. Há sempre notícias de falsos policiais, civis, militares e eclesiásticos (existem), trajando calça, colete, jaleco e paletó, armando falsos comandos, para despistar e roubar o próximo como a nós mesmos. A exposição de fardas é farta e não falta nada, de brechós a sites na internet, incluindo leilões. Pelo jeito, fazem até pesquisa de mercado.

Pois o senhor imagine que, como alardeiam os mais afoitos, se a Dilma levar, o Brasil cairá de vez numa ditadura, já há modelitos do exército da Alemanha Oriental com túnica (!) a módicos R$ 130,00; das guerras da Coréia do Norte e do Vietnam, a R$ 550,00 cada, com a direito a quepe e estrelinha. Não informam se ainda trazem manchas de sangue de torturados ou mortos por comunistas ou americanos, mas garantem: é produto usado. Vendem fardas de combatentes que desembarcaram na Normandia, no “Dia D”, em junho de 1944; fardas francesas da Legião Estrangeira e uniformes camuflados noruegueses feitos na Dinamarca. Com aquele bruta frio por lá, lembrei-me do querido Zé Wasconcellos noticiando: “Na guerra da Coréia, um solado tão bem se camuflou de árvore, que acabou serrado por um lenhador e hoje é poste telegráfico numa estrada do Alasca”!

Um “macacão camuflado do Exército brasileiro, datado do segundo semestre de 1993” sai por R$ 99,99. (Quando falam ‘macacão do Exército’, o que você imagina? Já aviso que eu imagino um macacão do Exército.). Botões de farda da FAB custam R$ 35,00 cada. Há gandolas e agasalhos de lã verde oliva por R$ 30. Seriam de oliva extra virgem, como o azeite? Aliás, qual é a diferença entre virgem e extra virgem? Quer platinas de general sérvio? Jaqueta de tanquista comunista alemão? Tem!

Meu Deus! Vejam esta oferta: “Farda para enlouquecer a mulher do inimigo!”.

Pregado no poste: “Pescaria a fantasia é conto de fardas?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *