Esquerdo, direito!

Ela está sempre nos vigiando. Campinas ganha a I Seccional do Conselho Estadual de Educação Física do interior. Presidida por um ex-aluno dela, o Carlos Mossa, e a sede, na mesma rua onde ela morava, a Falcão Filho, perto do Colégio Culto à Ciência. A Maria Aparecida Mota Aguiar, adorada Mariinha, professora de Canto do nosso templo, jamais se esqueceu de nenhum dos seus alunos, e nós, que não somos bobos, estamos sempre por perto. Agora, por exemplo, ela está no Céu, e nós, curtindo lembranças daquela escola. Afinal, melhor que o Céu, só lá. Ou  existe escola onde o sinal bate e ninguém vai pra casa?

Para homenagear aqueles mestres que nos punham para correr, saltar, pular, arremessar, jogar, nadar, defender, atacar, desfilar num Sete de Setembro como hoje, suar, levantar e dar a volta por cima – “Mossa” Senhora, que canseira! –, o Geraldo Trinca Filho manda o seguinte recado:

“Teremos duas grandes aulas de ginástica. A primeira, no Céu, no saudoso Teatro Municipal, com grandes atletas de Campinas: Argemiro Roque, João Pires Sobrinho, Edinho Leme, Lyzete Regina, Afraninho Ferreira, Roberto Franco do Amaral Jr. e Valdemar Blatkauskas. Todos sob o comando dos mestres Bento, do Culto à Ciência; Otávio, o ‘Tarzan’, do Bento Quirino; Herculano Ginefra (pai do sempre radialista Roberto Ginefra), que começou no Liceu, passou pelo Lencastre e se aposentou no Aníbal Freitas; Mário Seber, também do Aníbal; Lobatto e Agostinho, do Ataliba; Badan, do D. João Néri e Hidelbrando Siqueira, e Francisco Mezzacapa, do Pio XII.

A segunda, aqui na Terra, no Largo do Rosário, se não estiver invadido pelos amigos da ‘tia’ Izalene. Aulas dos professores devidamente aprovados nos exames ‘biométricos’, aplicados por nós, ex-alunos. Serão bons momentos de atletismo, ginástica de solo, vôlei, basquete… Lá estará um time de campeãs e campeões: Ottília Forster, do Arthur Segurado; Dulce Stucchi, Cleide, mais o marido, Valdir, da Escola Normal e Culto à Ciência; Maria Pia, esposa do Otávio; Piantonni, do Ataliba, Liceu e Villagelin Neto; Stucchi, Bráulio, Mossa, os ‘Joãos’ Tojal e Mangilli, Lúcia Rueger, todos do Culto à Ciência; Pedrinho Pires, que tem um carinho todo especial pelas escolas Vilella Júnior e Benedito Sampaio; Nelsinho Leitão, do Pio XII; Pádua, do Aníbal e Hidelbrando; Serapião, do Vitor Meirelles, e Maria Helena Mossa, do Bento Quirino, Imaculada e Coração de Jesus.”

Pregado no Poste: “Que saudade dos Jogos Intercolegiais!”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *