Elas estão chegando

Sei, não, mas acho que a decisão dessa eleição para presidente da República será das mulheres. Até eu, que nunca votei em ninguém, porque jamais houve político digno do voto de nenhum brasileiro, estou balançando. Elas chegam trazendo novos ares – será que são limpos? – para esta democracia que temos, tão longe da que queremos.
Mas já cisca gente “melhor apessoada” no noticiário. Dizem que quando a mulher é concebida, Deus pergunta: “Você quer ser bonita ou fazer carreira política no Brasil?” Não falo da Roseana, não. Afinal, apesar de mulher, ela é o pai sem bigode. Já reparou? É só pintar aquele bigodão elegante do Zenon no rosto dela e… pronto! (Brincadeira, Zenon; mas como você é mais conhecido do que o Sarney, usei você como exemplo.).
A Rosinha Garotinha é muito simpática e, parece, uma pessoa de grande caráter e generosidade, comprovados pela dedicação sincera e desinteressada às crianças. Será que ela não se sairia melhor do que o marido? Bonita, também, é a digníssima primeira-dama de São Paulo. Aliás, nosso Estado tem tido primeiras-damas melhores que os maridos no desempenho da atividade pública: a campineira dona Leonor Mendes de Barros, senhora de peregrinas virtudes; dona Maria do Carmo do Abreu Sodré; dona Lucy Montoro; dona Lila Covas e, a outra Lila, dona Lila Byington Egydio Martins, de nome Brasília, de alma brasileira e de competência universal.
Um exemplo de hoje? Patrícia Pilar. Mostrou que não é uma “estrelinha global”. Valente, decidida, sensata, guerreira de dar a volta por cima e sair de cabeça erguida. Dá de dez a zero no Ciro e teria muito mais votos do que ele. Precisamos mais de gente como ela do que como ele. (O bordão do Getúlio Vargas era “Trabalhadores do Brasil…”; do Zé Sarney, “Brasileiros e brasileiras…”; do Collor, “Minha gente…”. Mas falam que se o Ciro for eleito, ele se dirigirá ao povo assim: “Meus patrícios e minhas Patrícias!…”).
Como não há alternativa melhor para o Brasil – como sempre –, estou decidido, por enquanto, a votar no José Serra. Sabe por quê? A Rita Camata é muito mais bonita do que o Lula. Você não acha? Então!
Pregado no poste: “Qualquer político é igual a um político qualquer”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *