Cuidado!!!

A Maria do Cheda, filha do gigante Camarinha, mandou a seguinte mensagem:

“Oi gente!

Roubaram a moto de uma amiga. Peço a ajuda de vocês, para repassar para sua lista de endereços. Quem sabe alguém viu e pode dar alguma informação. A foto está em anexo e seguem abaixo as informações sobre a moto:

Moto Yamaha Virago, 535 cilindradas, ano 2000, verde escura, placa CMI 0080, de São Paulo.”

Quando abri a mensagem, começou a confusão. O título diz: “Moto de uma amiga roubada”. Afinal, quem foi roubada? A moto ou a amiga? Quando meu filho pediu para ver foto, exclamou: “Nossa! Se eu achar, posso devolver só a moto e ficar com a garota de recompensa?” (Atenção: a moça da foto não é a amiga da Maria nem dona da moto. É uma prima. A dona se chama Elaine). E esse negócio de recompensa é tudo brincadeira.

Mas sério mesmo, é esse alerta da Maria para o ladrão. Ouça com atenção e não morra, se for capaz:

“Não abasteça! Minha amiga cria mosquito da dengue no tanque. Não leve ninguém na carona: o assento está impregnado de urtiga macerada. Do banco do piloto, salta um pino, quando a velocidade passar de 80 por hora. Como moto não tem cinto, o antigo dono usava pino de segurança. Sabe como é, moto de campineiro… Mais: o capacete tem pó-de-mico. O guidão escorrega. Na mala do bagageiro, há uma serpente com filhotes, que a Elaine ia levar para o bosque. Aqueles potinhos dentro da bolsinha ao lado da mala não são Danoninho: aquilo é uma colônia de bactérias que faz bugrino virar ponte-pretano e vice-versa. O gel que está no outro potinho deixa você mais pelado do que a Globeleza. Pior: se você olhar no retrovisor, verá que sua cara já ficou parecida com a do Lulla, quando ele diz que não sabe de nada.”

Agora, se alguém encontrar a moto, por favor, mande um e-mail pra mim. Eu aviso a Maria.

Sobrou pouco espaço para dizer que outro dia estive aí e o rádio do carro daquela santa só pegava a PRC-9. Cadê as outras? Dia desses, numa novela da TV do ‘bispo’, uma atriz (por um triz) desdenhava para um ator (com muito favor): “Corcovado? Isso é programa de turista! Você tem ir a lugares melhores!”. Sorrateiramente, a mesma tela crente que exibiu um ‘pastor’ dando coice em Nossa Senhora começou a campanha contra a eleição do Cristo do Corcovado como uma das maravilhas do mundo.

Pregado no poste: “Pastor alemão cobra dízimo?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *