Como assim?

Ler jornal com pressa dá cada susto! O título da notícia diz uma coisa, a gente entende outra. Às vezes, o título diz “beabá”, mas a notícia fala em “x-y-z”. Mais: quando termina a leitura, o leitor pergunta: “E eu com isso?” (geralmente daquelas colunas de futilidades, só para massagear o ego de vaidosos: “fulana está afivelando malas”, “fulano voltou de Trancoso queimadinho, queimadinho”, “Joãozinho e Joaninha já não dividem mais o mesmo edredon”; “ontem, aquela dondoca exagerou tanto no perfume, que saiu da festa com cheiro de mertiolate – latindo que só ela…”; Carlos Augusto Oswaldo da Mantiqueira Bodoquena, finalmente, saiu do armário — depois eu conto…”; “Tietê e Paraná, a nova dupla sertaneja do pedaço…”).

Leia só o que andou me atropelando nesses dias:

  1. Prefeito eleito de Campinas enfrenta falta de creches – assumiu e não tem onde pôr os filhos?
  2. Américo Brasiliense –  Câmara da cidade vota extinção de cargos – que maravilha! Os vereadores descobriram que não servem pra nada!
  3. Prefeita de Campinas encerra o mandato com visual luminoso – entrou bonita e saiu bonitona, ao contrário da Marta, que entrou bonitona e saiu bonita. Enquanto isso, a Treze de Maio… “Espelho, espelho meu, existe alguém mais feia do que ela?” (A Treze, viu, dona Izalene…)
  4. População de Campinas se une e faz manutenção de praças públicas – e é obrigada a pagar para quem deveria fazer esse trabalho e não faz. Essa aberração, pra não dizer vagabundagem, vai acabar seo Doutor Hélio?
  5. Em sigilo, Marta, Serra e Palocci se encontram em Brasília — cercados de sigilo, sem dar declarações à imprensa e tampouco aparecer em público, a prefeita Marta Suplicy e o prefeito eleito, José Serra, estiveram nesta terça-feira em Brasília, para discutir com o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, aspectos da difícil situação financeira do município. Não deram satisfação a quem os sustenta por quê? Os três são muito “democratas” e “educados” quando mexem com o dinheiro que o povo dá a eles na marra.
  6. Veto à consumação em bares gera polêmica – consumatum est.
  7. Guarani começa mudanças pelo gramado – a grama vai jogar ou vão trocar o plantel por um rebanho?
  8. Região de Campinas oferece opções para os aventureiros – isso é verdade. Olhe só à sua volta e cuidado com a carteira.
  9. ‘Perdi pelos erros que fiz’, admite Marta; ‘Perdi pelos acertos que não fiz’, admite Izalene. Calma, querida ex-alcaidessa, a senhora ainda será a Marta Suplicy brasileira, mas sem botox, pelo amor de Deus, seo Djalma Kais!
  10. Onda gigante afoga 150 mil na Ásia. O quinto maior terremoto do século e o pior em 40 anos atingiu o sul da Ásia neste domingo — quais os outros quatro maiores terremotos deste século? A morte do seo Toninho (será que agora pegam quem mandou matá-lo?); a gestação, digo, a gestão de dona Izalene; o triunfo dos camelôs (se fizerem a escola de samba “os filhinhos da titia”, adivinhe quem será a porta-bandeira) e a queda do Guarani (o terremoto mais esperado deste século virou um traque; ninguém ligou.).
  11. A supertradicional Escola Suíço-Brasileira, em Santa Teresa, no Rio de Janeiro, comprou um motel na Barra da Tijuca, para transformar em colégio. Pagou R$ 2,4 milhões — só os suíços para transformarem motel em escola no Brasil. Na Suíça, se deixassem, brasileiros transformariam escola em motéis – ou bordéis… E ‘vamo nóis’!

Pregado no poste: “Sonhei com você, que azar o meu, joguei e o bicho não deu!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *