Cadê a dignidade?

Campinas não era assim. Essas atrocidades não aconteciam. Parece um inferno. Tudo de ruim que acontece pode ser evitado. Veja:

Árvores nativas do Bosque estão morrendo. Constatação e do Instituto Agronômico.”

Lojistas criticam quiosques no Convívio.” E o lugar se chama Convívio!

Mistério cerca morte de 18 animais. Cachorros envenenados: cinco comeram lingüiça com chumbinho em duas casas de um condomínio em Barão Geraldo.” No tempo do dr. Sabrágia isso não acontecia e ‘Chumbinho’ era apelido de moleque levado.

“Esquina é ganha-pão de deficiente que vende balas debaixo de semáforo. Ele enfrenta incompreensão e mau-humor de motoristas.”. Bem na Orosimbo Maia com Jorge Krug, dois grandes campineiros a quem a cidade tanto deve, como deve mais carinho a outro grande campineiro, Alexandre Cândido, vítima da poliomielite e da sociedade, que lhe dá as costas.

Tudo junto: “Bando desova veículos na Unicamp. Cai total de candidatos na Unicamp.”. Deus do Céu! Bandidos na Unicamp! Enquanto isso, aumenta o número de candidatos a deputado. Dá mais dinheiro?

Quadrilha carrega bombas de gasolina novas de autoposto.” Até isso!

Polícia prende dois irmãos acusados de estuprar garota.” Foi em Viracopos. Nem o bandido mascarado, que matava ali, fez isso.

Supersalários de servidores somam R$ 1,2 milhão ao mês.” Mãos ao alto! É preciso dar os nomes, sim! Se o povo paga, tem direito, obrigação e dever de saber quem recebe. Democracia pé-de-chinelo!

“Trabalho infantil leva 50 às ruas. Para ajudar a família ou realizar sonho de consumo, meninos e meninas são recrutados para mendicância ou venda de balas.”. Quando crescerem, devolverão as balas.

“Campinas exporta cardíacos. Há só um hospital credenciado pelo SUS para cirurgia e cateterismo: doentes recorrem a outras cidades.”

Cresce a procura por armas em Campinas.” E caiu a procura por vagas na Unicamp! Revólver já vale mais do que diploma…

“Bebê é jogado morto em córrego do Jardim Yeda.”.

Mas… Mas… “Cirurgia salva vida de bebê de dois meses no Boldrini”!!!

Ainda há dignidade em Campinas. Obrigado doutora Sílvia! Beijos da cidade.

Pregado no poste: “Green card é carta de alforria?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *